Dados sobre a internet no Brasil

Segundo dados sobre a internet no Brasil, o uso da rede cresceu, e 74,9% da população está conectada

Internet chega a três em cada quatro domicílios do país

Segundo pesquisa que busca informações e dados sobre a internet no Brasil, feita pelo TIC Domicílios, o percentual de domicílios que utilizavam a internet no Brasil subiu de 69,3% para 74,9%, significa que 126.9 milhões de pessoas usaram a rede regularmente em 2018. Metade da população rural e das classes D e E agora têm acesso à internet.

Esse dado é parte da nova edição da pesquisa TIC Domicílios, divulgada 28/08/2019, que afere dados sobre conexão à internet nas residências do Brasil. A pesquisa, feita anualmente pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic), é uma das principais no país.

Celular é um meio de acesso para 97,0% dos usuários à internet no Brasil

O percentual de pessoas que acessaram à internet através do celular aumentou de 94,6% para 97,0%. Já a taxa dos que utilizaram
um computador para acessar à internet caiu de 63,7% para 56,6%.

Veja outros destaques da pesquisa sobre a internet no Brasil:

  • Nas regiões urbanas, a conexão é um pouco maior do que a média: 74% da população está ligada à internet;
  • Pela primeira vez, metade da zona rural brasileira está conectada – 49% da população disse ter acesso à rede em 2018, acima dos 44% de 2017;
  • Também pela primeira vez, metade da camada mais pobre do Brasil está oficialmente na internet: 48% da população nas classes D e E, acima de 42% em 2017;
  • São 46,5 milhões de domicílios com acesso à internet, 67% do total;
  • Entre os usuários da internet, 48% adquiriu ou usou algum tipo de serviço on-line, como aplicativos de carros, serviços de streaming de filmes e música, ou pedido de comida.
dados-sobre-a-internet-no-brasil

Segundo Winston Oyadomari, coordenador de pesquisas no Cetic, o Brasil tem um crescimento importante nesses indicadores. “Países desenvolvidos na América do Norte e Europa têm uso da internet de 80% pra mais. Países em desenvolvimento, do leste europeu e árabes, ficam em torno de 50% a 60%. Isso coloca o Brasil numa posição intermediária”.

O pesquisador reiterou que a pesquisa do Cetic segue padrões internacionais, mas a comparação para 2018 ainda não pode ser feita totalmente porque os dados globais ainda não foram divulgados.

Para ele, há ainda muita margem para o acesso crescer no país — nos grandes centros e também na região rural. O Brasil ainda fica atrás, em termos de população conectada, de outros países da América do Sul, como Chile, Argentina e Uruguai.”

Celular é preferência para acessar internet no Brasil

Por mais um ano, o celular foi tido como o meio preferencial de acesso dos brasileiros. Segundo a pesquisa, 97% usou o celular como dispositivo de acesso à internet – patamar muito parecido com o de 2017, que foi de 96%. Esse dado inclui pessoas que usaram celular e computador e apenas celular.

Contando as pessoas que usaram apenas o celular para se conectar, o percentual é de 56% de conectados a internet no Brasil

O computador, porém, tem diminuído como dispositivo utilizado pelos brasileiros para a conexão. Apenas 43% relatou ter usado um computador para acessar a internet em 2018, queda em relação a 2017, quando a margem era de 51%.

O dispositivo era tido como meio de acesso por 80% em 2014 e sofreu queda gradual desde então, no mesmo período aconteceu o triunfo do celular, que era usado como meio de conexão por 76% em 2014.

O uso do aparelho é ainda mais acentuado entre a população mais pobre e os que residem em regiões rurais, na Zona Rural, 77% dos usuários de internet se conectam exclusivamente pelo telefone e 20% usam celular e computador.

Nessas regiões do país, segundo Oyadomari, do Cetic, a conexão por internet móvel é predominante, em relação às ligações por fibra ótica ou cabo de TV. “A falta de possibilidade de acesso na área rural é citada por 44% das pessoas como motivo para não acessar a internet. É um motivo particularmente relevante para a área rural”, disse.

Entre a população que tem renda familiar de até 1 salário mínimo, o uso exclusivo do celular atinge 78% dos usuários, com 19% usando computador e celular.

Para pessoas com renda da família entre 1 e 2 salários mínimos, a presença do computador aumenta, com 31% dos usuários utilizando ambos os dispositivos.

Mas ainda fica abaixo do celular como uso exclusivo, com 63%. Para os mais ricos, que têm renda familiar acima de 10 salários mínimos, o uso exclusivo de celular é feito por 17% dos usuários, enquanto que 80% usam ambos celular e computador para se conectar.

Segundo Oyadamori, o desafio agora é entender se as camadas mais baixas da população fazem uso apenas marginal da conexão e se estão precarizadas.

“Dentre a população usuária da internet, 89% utiliza quase todo dia. Essa proporção nas classes D e E é de 78%. Eles também fazem menor uso de todas as atividades, menos de mensagem em rede social”, disse o pesquisador.

E-commerce e serviços via internet no Brasil

Em termos de contratação de serviços on-line, 40,8 milhões de pessoas pediram táxi ou um carro por aplicativo, o equivalente a 32% dos usuários.

Serviços de streaming de vídeo foram contratados por 28% e de música por 8%, sites e aplicativos para pedir comida tiveram adesão de 12%, enquanto que 3% usaram a internet para contratar algum tipo de serviço financeiro, como seguros ou empréstimos.

via

Não importa sua necessidade, tudo o que você precisa para colocar seu site na internet, a artsweb agência digital pode te ajudar. Temos planos de hospedagens gerenciadas, com preços acessíveis para você, contratação do domínio, criação de campanhas no Google Adwords, criação de campanhas no Facebook, criação de sua logo, identidade visual, cartão de visitas, criação e envio de e-mail marketing, e muito mais.

Entre em contato conosco, conheça nossos serviços e faça um orçamento. Tenha certeza: você não irá se arrepender!

artsweb agência digital
consultoria e desenvolvimento web
seu negócio na internet por quem entende do assunto!